LIXO NO JAPÃO COMO SEPARAR?

O MÉTODO PARA A SEPARAÇÃO É POR:

DATA, LOCAL E HORÁRIO E PARA JOGAR O LIXO VARIA DE ACORDO COM CADA CIDADE.

A coleta seletiva é uma alternativa ecologicamente correta que desvia, do destino em aterros sanitários ou lixões, resíduos sólidos que poderiam ser reciclados.

Os lixos domésticos são recolhidos e processados pela Prefeitura. Tudo pode variar de cidade para cidade.Se não encontrar as informações indicadas próximo à residência, informe-se na Prefeitura. colaborar na separação do lixo muito importante.Algumas cidades têm regras mais rígidas que outras, mas, no geral, segue-se a seguinte classificação

Japonês Português
moeru gomi lixo incinerável
moenai gomi lixo não incinerável
sodai gomi lixo de grande porte
shigen gomi lixo reciclável
yuugai gomi lixo nocivo

>Lixo não-incinerável

Sobras de comida (remova o excesso de água); óleo de cozinha (mergulhe em papel ou tecido, ou solidifique com agente coagulante); papéis não recicláveis (remova antes clipes ou grampos); roupas e fraldas descartáveis; pequenas plantas e arbustos (estes devem ser cortados em pedaços de até 50 cm e amarrados)

.>Lixo não incinerável

Produtos de plástico, vinil, borracha ou couro (como sapatos e bolsas); vidro ( no caso de garrafas quebradas, deve-se colocar aviso de “perigo”); aerossol (não faça buracos e só jogue depois de esvaziar totalmente o vasilhame); pequenos aparelhos elétricos; lâmpadas fluorescentes (coloque-as em caixas de papelão); peças de metal e cerâmica; embalagens de alumínio; saquinhos para aquecimento (kairo).

>Lixo reciclável (papel)
Jornais e panfletos (dobre os jornais em quatro e amarre-os); papelão e sacolas (dobre as caixas e amarre-as); revistas, cadernos, papel de embrulho, envelope, catálogos, livros e cartões-postais (amarre-os de acordo com a categoria).

>Lixo reciclável
Normalmente são recolhidas duas vezes ao mês. Ao separá-los, é necessário lavar as garrafas e latas. Garrafas quebradas e latas que não sejam de bebida, remédio e alimentos não são recicláveis e devem ser jogadas como lixo não-incinerável. Garrafas de saquê de 1,8 litro e de cerveja podem ser levadas diretamente às lojas de bebidas.

>Lixo nocivo
Produtos venenosos ou perigosos, como botijão de gás, derivados do petróleo (gasolina, querosene, tíner), tinta, remédio, pilha, fogos de artifício, fósforo, extintor de incêndio, isqueiro. Para jogá-los, deve-se contactar o centro de coleta de lixo local.

>Lixo de grande porte
Móveis, bicicletas, acolchoados e outros itens domésticos (com exceção de geladeira, televisão, máquina de lavar roupa e ar-condicionado) que tenham um dos lados maior que 30 cm. Para jogar esse tipo de lixo é necessário fazer reserva junto ao centro de coleta, que informa a taxa a ser paga e o dia de coleta.

>Garrafas plásticas (pet bottle)
Garrafas plásticas de refrigerante, bebida alcoólica ou shooyu (molho de soja) que levam a marca “PET” são coletadas em supermercados que tenham contêineres próprios com a marca de reciclagem. Para que as garrafas sejam recolhidas, é necessário remover a tampa e o rótulo, lavar a parte interna e amassá-las.

>Utensílios de papelão
Embalagens de leite ou bandejas feitas de papelão também são coletadas por supermercados ou centros de coleta  públicos. Antes de jogá-las, é necessário lavá-las e, no caso das embalagens de leite, dobrá-las.

>Reciclagem de eletrodomésticos
São recolhidos, por ano, cerca de 600 mil toneladas de eletrodomésticos. Antes, eram recolhidos pela Prefeitura como lixo de grande porte (sodai gomi) e enterrados. Mas diante do excesso desse tipo de lixo, o governo introduziu, em abril de 2001, a Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos. Quem quer se desfazer de um eletrodoméstico deve entrar em contato com a loja onde comprou o produto ou onde irá comprar o novo artigo. A lei atual inclui quatro artigos: geladeira, televisão, ar-condicionado e máquina de lavar.

O consumidor arca com a taxa de coleta/transporte e reciclagem. A loja, por sua vez, repassa o produto para a fabricante efetuar a reciclagem. As taxas de coleta e transporte variam conforme a empresa e a distância de transporte, além da tarifa de reciclagem, que fica entre de ¥ 2.400 e ¥ 4.600, de acordo com cada fabricante.

Aqui bem próximo a minha casa tem um centro de reciclagem e foi bem interessante pois La você encontra o calendário  em outros idiomas, inclusive em português, que me ajudou muito e também pude conhecer o trabalhos que eles fazem com moveis, utensílios, e até roupas, que você pode adquirir por um preço simbólico.

Ah! E pra quem acha que jogar lixo no lugar errado aqui no Japão não tem punição:

Em 2007 foi preso um professor que dava aula de direito em universidade de Hiroshima.

Takunori Matsuo, 48 anos, professor especializado em Direito Civil da Universidade Hiroshima Shudo é acusado de violar a Lei de Administração de Lixo e Limpeza Pública. Ele admitiu as acusações durante o interrogatório.

Fonte:   http://www.ipcdigital.com

Anúncios

2 opiniões sobre “LIXO NO JAPÃO COMO SEPARAR?”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s